Custo nacional da construção sobe 11,02% em sete meses

Pesquisa realizada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) revela que o Custo Unitário Básico (CUB) nacional subiu 1,38% em julho, para R$ 702,69 o metro quadrado, na comparação com o mês anterior. O índice já acumula uma alta de 11,02% desde janeiro deste ano e de 19,41% nos últimos doze meses.Já o Índice Nacional de Custo da Construção Civil (INCC) registrou variação positiva de 0,99% em relação a junho. O item mão-de-obra foi o maior responsável pela alta, uma vez que subiu 1,57%, enquanto materiais e serviços subiram 0,49%. Para efeito de comparação, a inflação medida pelo Índice Geral dos Preços de Mercado (IGP-M) teve queda de 0,42%.Todas as regiões do País foram responsáveis pela elevação dos custos com mão-de-obra no mercado de construção nacional. Os Estados com altas mais significativas foram Paraná (17,56%) e Amazonas (12,20%), uma vez que a data-base dos trabalhadores do setor nesses locais é junho ou julho. Em termos regionais, o Sul do País teve alta de 4,65%, enquanto o Norte registrou alta de 5,29% em seu CUB. No Centro-Oeste, o CUB subiu 0,85% e, no Sudeste, 0,61%. A região Nordeste teve a menor alta, de apenas 0,58%, por conta da deflação no item materiais registrada na Bahia e em Pernambuco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.