CUT acha que queda do juro é insuficiente para crescimento

O presidente nacional da CUT, Luiz Marinho, disse hoje que a redução dos juros em 2,5 pontos porcentuais é bastante positiva e representou uma surpresa para os agentes econômicos. Porém, a CUT não acredita que essa redução será suficiente para "a urgente retomada do crescimento e geração do nível de emprego no País".Além da queda nas taxas de juros, a central defende que o governo adote outras iniciativas, tais como a redução dos depósitos compulsórios dos bancos, a promoção de investimentos em infra-estrutura e outros segmentos. "Além disso, é preciso que o governo continue perseguindo soluções pontuais para os problemas setoriais da economia brasileira", disse o sindicalista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.