CUT, bancos e Berzoini discutem empréstimo para aposentado

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Luiz Marinho, participa na próxima quarta-feira, às 18 horas, em Brasília, de reunião com representantes da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e o ministro da Previdência, Ricardo Berzoini, para discutir as condições para a concessão de empréstimos para aposentados, com desconto no benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Segundo informações da CUT, os bancos querem cobrar até 4% de juros ao mês dos aposentados, sob a alegação de que é preciso cobrir o risco de morte. Este valor supera as taxas de juros entre 1,75% e 3,3% cobradas em empréstimos com desconto em folha de pagamento para os trabalhadores da ativa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.