CUT entrega pauta de reivindicações à Fiesp

A CUT entregou na tarde desta sexta-feira uma pauta de reivindicações à Fiesp na qual exigem pelo menos reposição salarial da inflação. "A reposição da inflação é o mínimo que esperamos, já que o poder de compra do trabalhador está cada vez menor", afirmou o presidente da central de São Paulo, Edilson de Paula. Neste ano, a CUT decidiu unificar a campanha com a Força Sindical.O documento da CUT destaca o momento de dificuldade pelo qual o Brasil atravessa e os reflexos no setor produtivo e diz que a campanha salarial é "parte de um conjunto de ações e compromissos para a retomada do crescimento econômico". Para o dirigente sindical, a negociação com os empresários será de cordialidade.O presidente nacional da CUT, Luiz Marinho, afirmou que, apesar do momento adverso registrado no País, sempre é possível negociar se as partes tiverem o mínimo de responsabilidade. "O Brasil passa por um período de complicação, mas também é verdade que você não negocia na campanha salarial só o momento. Você negocia olhando o ano que passou e o que virá", disse. Para ele, a economia aponta para um processo de retomada do crescimento. "E é com esse olhar que nós queremos discutir", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.