Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

CUT pede à bancada do PT salário mínimo de R$ 320,00

Em reunião nesta manhã da bancada do PT no Senado com os sindicalistas da Central Única dos Trabalhadores (CUT), foi proposta a recuperação do salário mínimo em R$ 320,00 e a recuperação da tabela do imposto de renda para pessoa física em pelo menos 17%. De acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicas do ABC Paulista, José Lopes Feijóo, a entidade também propôs que seja criada uma comissão que se encarregaria de definir uma política permanente de recuperação do salário mínimo. Sobre a correção da tabela do imposto de renda, ele lembrou que a mesma está defasada, segundo o Dieese, em 63,23%. De acordo com o sindicalista, 39% da defasagem vêm dos oito anos do governo FHC, enquanto que 17% foram perdidos no governo Lula. "Vamos insistir para que a tabela seja corrigida pelo menos no tocante à inflação no governo Lula", defendeu. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos lembrou que para que sejam concretizados esses pontos, essas medidas têm de ser incluídas no orçamento do próximo ano que, segundo ele, será votado no próximo dia 23. O presidente da CUT, Luiz Marinho, saiu um pouco antes do encontro com a bancada do PT para pedir apoio dos líderes aliados do governo em outra reunião na Câmara. Feijóo disse que amanhã eles farão o pedido ao ministro da Fazenda, Antonio Palocci, numa reunião já agendada. Ele disse que a bancada petista se comprometeu a apoiar as medidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.