Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

CUT vai aos EUA pressionar por fim de barreiras

Uma delegação formada por oito dirigentes da CUT/CNM vai aos Estados Unidos entre 8 e 17 de junho, participar de encontros com o sindicato dos siderúrgicos americano (USWA) e traçar uma estratégia de cooperação entre trabalhadores brasileiros e norte-americanos. O grupo também se reúne com parlamentares dos EUA. Segundo o secretário-geral da CNM-CUT, Fernando Lopes, a delegação espera voltar dos EUA com um compromisso de que os sindicalistas norte-americanos vão pressionar Washington a retirar as barreiras ao aço brasileiro. "O apoio de nossos companheiros siderúrgicos da USWA será fundamental para garantir os empregos e condições de trabalho nas siderúrgicas brasileiras", informou a entidade, em comunicado. A CNM-CUT reúne-se também com parlamentares do Congresso Nacional americano, no dia 14 de junho. No dia 16 de junho, a conversa será com o embaixador do Brasil nos EUA, Rubens Barbosa. Além disso, estão programadas visitas às empresas siderúrgicas US Steel Mon Valley (em Pittsburgh), LTV (em Cleveland), WCI (em Ohio) e Beth Sparrows Point (Baltimore).

Agencia Estado,

06 de junho de 2002 | 15h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.