Divulgação
Divulgação

CVM abre novo processo contra JBS

Desde 18 de maio já são nove processos administrativos sobre a JBS em curso

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

06 Junho 2017 | 21h48

RIO - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão regulador do mercado financeiro, informou nesta terça-feira, 6, que abriu mais um processo administrativo para apurar irregularidades envolvendo o frigorífico JBS. Desde 18 de maio, um dia após a revelação da delação premiada de acionistas controladores da companhia e outros executivos do grupo, já são nove processos administrativos sobre a JBS em curso.

Além deles, a CVM abriu dois inquéritos administrativos, no último dia 30, e dois processos de fiscalização externa. O primeiro caso trata de operações com ações e no mercado de dólar futuro. A JBS é suspeita de operar com informações privilegiadas, já que a empresa sabia que a divulgação da delação teria impacto nas cotações das ações e do câmbio.

Já os processos de fiscalização externa vão inspecionar o trabalho da BDO RCS Auditores Independentes e da KPMG Auditores Independentes, que auditaram demonstrações financeiras da JBS entre 2009 e 2016.

O nono processo administrativo, anunciado hoje pela CVM, foi aberto na última sexta-feira, dia 2. Segundo comunicado distribuído pelo órgão, o processo analisa negociações da JBS S.A. no âmbito do programa de recompra de ações. Anunciado em 10 de fevereiro, o programa previa que a companhia compraria até 10% dos papéis em circulação no mercado, o que movimentaria R$ 1,8 bilhão em valores da época.

Programas de recompra são uma operação relativamente comum no mercado. Em geral, sinalizam que a companhia confia no negócio e considera que o preço da ação está abaixo do que deveria, a ponto de valer a pena ela mesmo comprar.

LEIA MAIS: JULGAMENTO DA JBS É PRIORIDADE, DIZ PRESIDENTE DA CVM

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.