Divulgação
Divulgação

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

CVM abre novo processo contra JBS

Desde 18 de maio já são nove processos administrativos sobre a JBS em curso

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2017 | 21h48

RIO - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão regulador do mercado financeiro, informou nesta terça-feira, 6, que abriu mais um processo administrativo para apurar irregularidades envolvendo o frigorífico JBS. Desde 18 de maio, um dia após a revelação da delação premiada de acionistas controladores da companhia e outros executivos do grupo, já são nove processos administrativos sobre a JBS em curso.

Além deles, a CVM abriu dois inquéritos administrativos, no último dia 30, e dois processos de fiscalização externa. O primeiro caso trata de operações com ações e no mercado de dólar futuro. A JBS é suspeita de operar com informações privilegiadas, já que a empresa sabia que a divulgação da delação teria impacto nas cotações das ações e do câmbio.

Já os processos de fiscalização externa vão inspecionar o trabalho da BDO RCS Auditores Independentes e da KPMG Auditores Independentes, que auditaram demonstrações financeiras da JBS entre 2009 e 2016.

O nono processo administrativo, anunciado hoje pela CVM, foi aberto na última sexta-feira, dia 2. Segundo comunicado distribuído pelo órgão, o processo analisa negociações da JBS S.A. no âmbito do programa de recompra de ações. Anunciado em 10 de fevereiro, o programa previa que a companhia compraria até 10% dos papéis em circulação no mercado, o que movimentaria R$ 1,8 bilhão em valores da época.

Programas de recompra são uma operação relativamente comum no mercado. Em geral, sinalizam que a companhia confia no negócio e considera que o preço da ação está abaixo do que deveria, a ponto de valer a pena ela mesmo comprar.

LEIA MAIS: JULGAMENTO DA JBS É PRIORIDADE, DIZ PRESIDENTE DA CVM

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.