CVM autoriza retomada de IPO da BB Seguridade

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou a retomada da oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) da BB Seguridade, que pode levantar cerca de 12 bilhões de reais, quatro dias depois de ter suspendido a operação por irregularidades em sua divulgação.

Reuters

17 de abril de 2013 | 07h20

Em comunicado divulgado ao mercado, a BB Seguridade, unidade de seguros, previdência e capitalização do Banco do Brasil, informou que a CVM autorizou na terça-feira a retomada da oferta.

Com isso, o encerramento do período de reserva ocorrerá em 24 de abril, com a precificação das ações prevista para o dia seguinte. O início dos negócios é esperado para 29 de abril, quatro dias depois da data inicialmente prevista.

A CVM havia suspendido na sexta-feira passada o IPO da BB Seguridade por 30 dias. A operação pode ser a maior do tipo desde os 14 bilhões de reais levantados pelo Santander Brasil em outubro de 2009. A autarquia informou na ocasião que houve utilização de materiais publicitários irregulares na divulgação da oferta.

O IPO da BB Seguridade tem como coordenador-líder o BB Investimentos. Entre outras instituições financeiras participantes estão JPMorgan, Bradesco BBI, Itaú BBA, BTG Pactual, Citi, Brasil Plural e Banco Votorantim.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBBSEGURIDADERETOMADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.