CVM: Bradesco pretende negociar DRs

O Banco Bradesco pretende lançar Depositary Receipts (DRs), recibos através dos quais as ações do banco serão negociadas na Bolsa de Valores de Madri. Segundo informações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o pedido de registro entrou em análise na autarquia no último dia 3 de novembro. O gerente de registros da CVM, Felipe Mota, afirmou que a procura de companhias nacionais pela negociação de recibos de suas ações na Espanha tem crescido nos últimos tempos, graças a um convênio existente entre a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e a de Madri. O registro pedido à autarquia, disse, segue a resolução nº 927, que rege a aprovação do programa. O registro não prevê oferta pública inicial, nem estipula a quantidade de papéis a ser negociada. Isso porque a transação de DRs depende do interesse dos investidores no exterior, que fazem o pedido de compra dos papéis que representam, em Madri, as ações a companhia no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.