CVM e analista elogiam iniciativa da Soma

O superintendente de registro de valores mobiliários da CVM, Carlos Rebello, elogia a entrada de negociações das cotas de fundos imobiliários na Sociedade Operadora do Mercado de Ativos (Soma). "A transparência e liquidez desse mercado vão melhorar. Para o investidor isso só traz vantagens, principalmente porque, no mercado público, a tendência é que o vendedor da cota consiga um preço maior e o comprador faça a aquisição da cota a um preço mais baixo", declara o superintendente da CVM. O consultor de investimentos, Sérgio Belleza Filho, especialista no mercado imobiliário, também concorda que a negociação de cotas de fundos imobiliários na Soma traz transparência e regras mais "justas" na formação de preço dos ativos. "A expectativa é que, a partir dos negócios em bolsa, também os grandes investidores, como os fundos de investimento e fundos de pensão, entrem com mais interesse nesse mercado", afirma Belleza.Veja mais informações sobre os fundos imobiliários e o setor nos links abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.