CVM investiga denúncia de abuso na Cemig

A CVM está investigando denúncia feita por um grupo de conselheiros de administração representando os minoritários da Cemig sobre uma possível relação promíscua entre a estatal mineira e o governo. O presidente da CVM, Luiz Leonardo Cantidiano, confirma apenas que a autarquia recebeu uma denúncia sobre abuso de controle numa empresa estatal estadual de capital misto, mas se recusou a confirmar que seria a Cemig. Várias fontes do mercado asseguram que o alvo da denúncia é a companhia de energia mineira.A denúncia foi recebida pela CVM há dois dias e refere-se à transferência de recursos da empresa para o governo. Segundo os minoritários, a companhia não estaria recebendo do governo mineiro as parcelas devidas de dívida negociada há um ano via Aneel. A CVM mandou apurar a denúncia, mas Cantidiano não quis adiantar também qual será a punição nesse caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.