CVM investiga movimentação de ações do BB e da Nossa Caixa

Comissão constatou alta nas ações um dia antes do anúncio de compra do banco estadual e apura 'privilégio'

Adriana Chiarini, de O Estado de S. Paulo,

25 de maio de 2008 | 19h47

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) investiga os negócios com ações do Banco do Brasil (BB) e da Nossa Caixa. A CVM constatou movimentação atípica desses papéis antes de a instituição federal anunciar, no início da noite da última quarta-feira, que negocia com o governo paulista a compra do banco estadual. Na terça-feira, dia 20, um dia antes da divulgação do possível negócio, as ações ordinárias do Nossa Caixa subiram na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Veja também:Serra defende compra da Nossa Caixa pelo BB Banqueiros e analistas defendem leilão para Nossa Caixa BB negocia a incorporação da Nossa Caixa  AE Investimentos: Ações do banco paulista disparam. Veja como negociar  A movimentação atípica não necessariamente significa que houve informação privilegiada. A CVM acompanha diariamente a movimentação das ações e filtra para exame, usando critérios técnicos, aquelas que fogem muito do padrão. O procedimento é considerado de rotina pela Comissão.  As valorizações de Nossa Caixa e BB nos dias anteriores ao anúncio do negócio são explicadas como conseqüência dos balanços das instituições, divulgados respectivamente nos dias 14 e 15 deste mês. O lucro do BB veio acima dos ganhos de Bradesco e Itaú. Nossa Caixa teve lucro líquido de R$ 114,851 milhões no primeiro trimestre de 2008, 30,96% maior que o do mesmo período de 2007.  Outra razão apontada para a valorização das ações da Nossa Caixa foi a divulgação de que a instituição esperava aumentar em 50% sua carteira de crédito para pessoas jurídicas, que ao final do primeiro trimestre somava R$ 2,5 bilhões. Itaú, Bradesco e Unibanco informaram que também gostariam de comprar a Nossa Caixa e defenderam que o governo do Estado de São Paulo faça um leilão pelo banco estadual. Na sexta-feira, o Ibovespa caiu 1,52%, para 71.194 pontos, mas as ações da Nossa Caixa subiram 31,99%. Já as ações ordinárias do Banco do Brasil perderam 2,92% no mesmo dia.  O Banco do Brasil quer disputar a liderança no mercado bancário de São Paulo, Estado com a maior economia no País. Atualmente, o BB está em quarto lugar no Estado, atrás de Bradesco, Itaú e do grupo Santander, segundo informou o presidente do banco federal, Antonio Lima Neto, em entrevista na última quarta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
CVMNossa CaixaBanco do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.