CVM prepara simplificação do mercado de capitais

O presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Luiz Cantidiano, informou na abertura do XIII Congresso Nacional de Executivos de Finanças que a entidade está avaliando novas medidas de simplificação do mercado de capitais. Cantidiano é o primeiro presidente da CVM a exercer a autonomia aprovada na nova Lei das Sociedades Anônimas de mandato de cinco anos. Cantidiano disse que a CVM está avaliando simplificar o registro de companhias abertas.Segundo ele, alguns lançamentos de ações têm compradores garantidos, por exemplo, três fundos de pensão (investidores institucionais). Para o presidente da CVM, "não faz sentido exigir todos os documentos do registro para empresas em lançamento a mercado, quando há poucos compradores e que já conhecem a companhia."Ele afirmou que a CVM deve estudar também uma simplificação para o registro de debêntures - títulos de renda fixa emitidos por empresas. Ele disse que a entidade avalia também a possibilidade de registros de prateleira, em que as empresas abrem o capital e preparam-se para o lançamento dos papéis, mas aguardam o momento mais oportuno. A CVM pretende estimular também os fundos de private equity (de aplicação em companhias fechadas).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.