Dado do PIB brasileiro supera o de principais economias

O Brasil não cresceu tanto como a China e a Índia no início deste ano, mas não chegou a registrar tombo semelhante ao verificado nas economias desenvolvidas no mesmo período. Em comparação ao primeiro trimestre do ano passado, a queda de 1,8% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil nos primeiros três meses de 2009 mostra um desempenho pior do que o registrado na China (+6,1%), Índia (+5,8%), Polônia (+1,9%), Austrália (+0,4%) e Noruega (-0,3%).

AE, Agencia Estado

10 de junho de 2009 | 08h46

Entre os Brics (termo criado para designar os quatro principais países emergentes do mundo: Brasil, Rússia, Índia e China), o resultado brasileiro só não foi pior que o da Rússia, cujo tombo foi de 9,5% no primeiro trimestre de 2009, em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram compilados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Já em relação ao último trimestre de 2008, a queda de 0,8% do PIB brasileiro só foi pior do que os resultados apurados na Polônia e Austrália (+0,4%), Coreia do Sul (+0,1%) e Noruega (-0,4%). O Brasil ficou empatado com a Suíça (-0,8%) e em melhor situação quando comparado a países como França (-1,2%), Estados Unidos (-1,5%), Alemanha (-3,8%) e Japão (-4%). Os dados referentes a China e Índia no quarto trimestre de 2008 não estão disponíveis. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBBricsranking

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.