Dados corporativos azedam humor europeu

As principais bolsas da Europa fecharam em baixa, puxadas por notícias pouco promissoras vindas do segmento corporativo. A AstraZeneca e a Actelion, do setor farmacêutico, anunciaram resultados decepcionantes em testes com medicamentos que vinham desenvolvendo, enquanto a Siemens divulgou que seu resultado do quarto trimestre fiscal pode sofrer o impacto de custos de reestruturação. A Bolsa de Londres caiu 0,45%, a de Paris perdeu 0,43% e a de Frankfurt recuou 0,31%. Em Madri, Atenas e Milão, as bolsas fecharam em queda de 1,07%, de 1,18% e de 0,07%, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.