carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Dados do desemprego "beiram o caos social", reage Força Sindical

Os dados divulgados hoje pela Fundação Seade em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-econômicos (Dieese), os quais apontam para o crescimento do desemprego na Grande São Paulo para 20,6% da População Economicamente Ativa (PEA), queda de renda dos trabalhadores e aumento das demissões em todos os setores, indicam que o País "beira o caos social". A análise é do presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho.Na visão do presidente da segunda maior central do País, o desempenho negativo verificado no mercado de trabalho da região resulta da política econômica promovida pelo governo federal, classificada por ele como "desastrosa e prejudicial aos trabalhadores". "Isso é o resultado de um governo que se curva para os especuladores e dá às costas aos trabalhadores", acusa, em nota."É simplesmente uma vergonha", adiciona, ao insistir que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito em 2002 "com promessas de recuperar a dignidade dos trabalhadores e de criar 10 milhões de empregos". "Estamos tristemente assistindo o ´espetáculo do crescimento´ se transformar na ´tragédia do povo brasileiro´", opina.

Agencia Estado,

22 de abril de 2004 | 12h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.