finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Dados fracos pesam sobre principal índice acionário europeu, mas bolsas do sul do continente sobem

Indicadores econômicos fracos pesaram sobre o principal índice de ações europeias no primeiro pregão do ano, mas as perdas foram mitigadas por crescentes expectativas de novas medidas do Banco Central Europeu para estimular a zona do euro.

SUDI, REUTERS

02 de janeiro de 2015 | 16h05

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, caiu 0,39 por cento, a 1.363 pontos.

A necessidade de estímulos para estimular o crescimento na Europa foi salientada por dados fracos sobre a manufatura na zona do euro, divulgados na sexta-feira. Os números mostraram recuo na França e atividade fraca na Alemanha, o que contribuiu para manter o índice francês CAC e o alemão DAX no vermelho.

A manufatura britânica também cresceu em ritmo muito mais fraco do que o esperado em dezembro, o imenso setor manufatureiro da China mostrou fraqueza e houve desaceleração similar nos Estados Unidos.

"Recebemos dados razoavelmente decepcionantes dos EUA, na Ásia, no Reino Unido e na zona do euro, criando renovadas preocupações com a desaceleração do setor manufatureiro globalmente", disse Myrto Sokou, analista-sênior de pesquisa do Sucden Financial.

Contudo, os mercados do sul da Europa --classificados por investidores como "periferia"-- saltaram.

Em entrevista a um jornal alemão, o presidente do BCE, Mario Draghi, reiterou que o banco está pronto para novas medidas, como comprar títulos do governo --o chamado "quantitative easing"-- para gerar mais estímulos.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 0,39 por cento, a 1.363 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,28 por cento, a 6.547 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,42 por cento, a 9.764 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,48 por cento, a 4.252 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,62 por cento, a 19.130 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,69 por cento, a 10.350 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,17 por cento, a 4.855 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.