Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Dados nos EUA mantêm recuperação das ações na Europa

O principal índice das ações européiasfechou em alta nesta sexta-feira, depois que dados fortes nosEstados Unidos ajudaram a amenizar a preocupação com a saúde daeconomia e mantiveram viva a série positiva das ações nasemana. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst300, que reúne as principais ações das empresas européias,avançou 0,34 por cento, para 1.514 pontos, na sexta sessãoseguida de alta. O indicador encerrou a semana com valorização de 2,8 porcento, recuperando-se após uma forte correção de cinco semanasdisparada pelo aumento da inadimplência no mercado hipotecáriode alto risco nos EUA, que poderia se traduzir em grande perdaspara instituições financeiras e em danos ao crescimentoeconômico. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,37por cento, a 6.220 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,06 por cento, para7.507 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 0,83 por cento, para5.569 pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em alta de 0,62 porcento, a 31.011 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 0,29por cento, para 14.334 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve ganho de 0,26 por cento,para 12.708 pontos. (Por Blaise Robinson)

REUTERS

24 de agosto de 2007 | 13h02

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.