Dados sobre emprego nos EUA são bons. Mas isso indica alta de juros

O número de vagas disponíveis de trabalho cresceu em ritmo forte em abril, pelo segundo mês consecutivo, e superou muito as estimativas dos economistas. Segundo o Departamento do Trabalho, foram abertas 288 mil novas oportunidades de trabalho em abril nos EUA, elevando para 1,1 milhão o número de vagas disponíveis nos últimos oito meses. O Departamento revisou em alta o dado de março, elevando a 337 mil no número de novas vagas naquele mês, 66 mil acima do informado anteriormente. A taxa de desemprego caiu levmente para 5,6% em abril, de 5,7% em março. Surpresa e chance maior de alta de juros Os números surpreenderam Wall Street. A previsão média era de alta de 150 mil a 173 mil no número de novas vagas. O teto das previsões era de mais 250 mil novas oportunidades de trabalho, enquanto as estimativas mais otimistas eram de alta de 280 mil. Como os dados mostraram um mercado de trabalho bem mais forte do que o esperado, eles reforçaram as apostas em alta dos juros americanos. A chance de uma alta dos juros de 0,25 ponto percentual ainda em junho, que era de 55% ontem, saltou para 90%, segundo indicação dos Fed Funds.Para a taxa de desemprego, o cálculo era de que se manteria estável em relação a março. Muitos economistas esperam que a economia norte-americana gere cerca de 200 mil novas oportunidades por mês durante o resto do ano, a qual, se realizada, poderá no longo prazo tornar concreta as projeções do governo norte-americano de criação de 2,6 milhões de empregos em 2004. Ganho médioO Departamento do Trabalho informou que o ganho médio por hora trabalhada subiu US$ 0,05 ou 0,3% em abril em relação a março, para US$ 15,59. A média de horas trabalhadas por semana manteve-se estável, em 33 horas e 42 minutos. O Departamento disse que o crescimento na oferta de vagas de trabalho em abril foi "ampla pelo segundo mês consecutivo". Houve abertura de 246 mil novas vagas no segmento de serviços para a indústria, pouco abaixo de aumento de 255 mil registrado em março. A indústria de serviços empresariais e profissionais - que inclui ajuda temporária - ofereceu mais 123 mil novas oportunidades de trabalho em abril. Desse total, 35 mil vagas correspondem a empregos temporários. A indústria de manufatura ofereceu 21 mil novas vagas em abril, maior aumento em quase quatro anos. O setor de construção civil abriu 18 mil novas vagas, abaixo do nível de 65 mil em março. A indústria de entretenimento e de serviços hospitalares acrescentou 36 mil vagas. O governo ofereceu 8 mil postos de trabalho, um pouco abaixo de março. As informaçõs são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.