coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

DaimlerChrysler confirma demissão de 700 funcionários

A DaimlerChrysler(ex-Mercedes-Benz)confirmou hoje que pretende demitir cerca de 700 funcionários indiretos (não ligados à produção). A empresa, líder no mercado de caminhões e ônibus, alega necessidade de reduzir custos para aumentar a competitividade. O coordenador da comissão de fábrica, Valter Sanches, informou que serão 628 cortes em São Bernardo - onde trabalham 9,8 mil pessoas -, 65 em Campinas e o restante em escritórios. Os trabalhadores vão se reunir na próxima semana com diretores do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para discutir alternativas que evitem as demissões. No dia 7, a empresa volta a se reunir com a comissão de fábrica e diretores do sindicato. De acordo com Sanches, a intenção da montadora é efetivar as demissões até setembro. Férias coletivas A Fiat anunciou férias coletivas entre 10 e 30 de junho para 1 mil dos 9 mil funcionários da fábrica de Betim (MG). A empresa alega necessidade de ajustar a produção por causa da queda nas vendas neste mês. Segundo a montadora, a maioria dos funcionários deveria entrar em férias em julho, como ocorre todo ano, mas a licença foi antecipada para 1 mil operários da produção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.