Danone não manipulou mercado, dizem autoridades da França

A Autoridade dos Mercados Financeiros da França (AMF) anunciou que não houve manipulação financeira sobre as ações da empresa francesa Danone. A decisão, informada nesta quarta-feira (1º), é uma resposta à denúncia de irregularidades ocorridas durante a Oferta Pública de Aquisição (OPA) feita pela americana Pepsico, que resultou em valorização das ações da Danone na Bolsa francesa. "Com base nos elementos presentes nas investigações realizadas de agosto de 2005 a janeiro de 2006 não foi estabelecida nenhuma mostra de infração ao regulamento geral da AMF", explicou o documento.OPATudo começou com a publicação em julho na revista econômica Challenges de uma informação sobre as intenções da Pepsico de lançar uma OPA sobre a Danone, após ter comprado 3% de seu capital. Embora a direção da Danone tenha desmentido imediatamente esse rumor, os mercados reagiram e as ações da empresa subiram subitamente.A questão ganhou uma dimensão política com a intervenção pública de vários membros do governo francês, que se manifestaram contra a tomada de controle da Danone pelo grupo americano em nome do patriotismo econômico.No fim de julho, a AMF decidiu intervir para comprovar que os rumores não foram espalhados por pessoas interessadas no efeito que causaram, em particular pelos rápidos aumentos na Bolsa.ProteçãoDesde então, para proteger as companhias de uma possível OPA hostil, o governo francês estabeleceu a obrigação de que empresas que queiram lançar uma oferta devem, primeiro, indicar suas intenções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.