Dantas recorre ao STF para tentar anular prisão

Os advogados de Daniel Dantas, sócio-fundador do banco Opportunity, recorreram ao Supremo Tribunal Federal (STF) na tentativa de anular a prisão preventiva, determinada ontem pelo juiz da 6ª Vara Federal de São Paulo, Fausto Martin de Sanctis.Os advogados de Dantas entraram com uma petição no mesmo habeas-corpus já analisado na última quarta-feira pelo presidente do STF, ministro Gilmar Mendes. Desta vez, os advogados contestam os motivos alegados pelo juiz para justificar o pedido de prisão preventiva. A acusação é de que Daniel Dantas teria, supostamente, ordenado que dois emissários subornassem um delegado da Polícia Federal para não ser investigado.Na última quarta-feira, Gilmar Mendes concedeu liminar para libertar Dantas, que estava preso temporariamente. O banqueiro chegou a ser libertado, mas retornou para a prisão ainda ontem à tarde. A decisão sobre o novo pedido da defesa deve sair até o final do dia de hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.