Debêntures de infraestrutura se concentrarão em rodovias

A chefe de Mercado de Capitais da área de Dívida do Santander, Cristina Schulman, disse na manhã desta quarta-feira que as emissões de debêntures de infraestrutura em 2013 devem ser consolidadas em projetos "maduros" do setor de rodovias. "Já para 2014 o crescimento deve ser verificado no mercado de capitais no financiamento de investimentos em áreas variadas, como ferrovias, portos, aeroportos e projetos de mobilidade urbana", afirmou.

WLADIMIR D'ANDRADE E SILVANA MAUTONE, Agencia Estado

28 de novembro de 2012 | 12h17

A estimativa do Santander para oportunidades de financiamento chega a R$ 5,3 bilhões em 2013, R$ 13,9 bilhões em 2014 e R$ 25,1 bilhões no ano seguinte.

A executiva participa nesta manhã do evento "Financiamento para o Desenvolvimento", da série Fóruns Estadão Brasil Competitivo, promovido pelo Grupo Estado em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Tudo o que sabemos sobre:
Fórum EstadãoinvestimentoSantander

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.