Débito Direto Autorizado atrai 4,8 milhões de usuários em um ano

Segundo a Febraban, 80% dos usuários do serviço de apresentação eletrônica de boletos são pessoas físicas

Altamiro Silva Junior, da Agência Estado,

19 de outubro de 2010 | 12h43

O Débito Direto Autorizado (DDA), serviço de apresentação eletrônica de boletos, completou um nesta terça-feira,19, com 4,811 milhões de usuários cadastrados, 80% dos quais são pessoas físicas. Em 12 meses, foram processados 180 milhões de boletos, o equivalente a 10% do volume de cobrança do período, segundo números divulgados há pouco pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Segundo o diretor geral da Febraban, Wilson Levorato, as operações com o DDA superaram as expectativas do projeto e viraram modelo para os outros países. A projeção inicial era de cerca de 2,4 milhões de cadastrados e pouco mais de 114 milhões de boletos processados para o primeiro ano de operação.

As principais formas de apresentação dos boletos são a internet e os terminais de autoatendimento. Segundo Joaquim Kavakama, superintendente geral da Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP), não houve nenhuma fraude no período. A CIP faz o processamento das operações com o DDA e investiu R$ 20 milhões em tecnologia para a primeira fase do projeto. Em média são processados 864,73 mil boletos por dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.