Débito não autorizado é reclamação nº 1 contra bancos

Segundo o Banco Central, cobrança irregular de tarifas e problemas em conta salário também estão entre os principais problemas registrados em novembro 

Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

17 de dezembro de 2012 | 15h30

BRASÍLIA - O Banco Central informou nesta segunda-feira, 17, que foram registradas 1.382 reclamações procedentes contra bancos em novembro. Em outubro, foram 1.478 reclamações e em setembro, 1.231. 

Débitos não autorizados lideraram o ranking do mês passado, com 217 reclamações. A cobrança irregular de tarifas ficou em segundo lugar (172), seguida por prestação do serviço de conta salário de forma irregular (167).

Entre os bancos com mais de um milhão de clientes, o Banrisul aparece com o maior índice de reclamações (1,05), seguido por Banco do Brasil (1,04), Bradesco (0,91), Itaú (0,82) e HSBC (0,57). O índice considera o número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100.000.

A lista completa de bancos com mais de um milhão de clientes mostra 1.153 reclamações procedentes no mês passado. O BC considera reclamações procedentes as demandas em que se constatou descumprimento de normativos do Conselho Monetário Nacional (CMN) ou do Banco Central do Brasil. Foram registradas ainda 5.947 reclamações em relação a essas instituições que não se referem a normativos do CMN ou do BC. Em relação às administradoras de consórcios, foram 21 reclamações procedentes, a maioria (9) referente à liberação de crédito.

Tudo o que sabemos sobre:
BCbancosreclamaçõesnovembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.