coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Decisão da S&P pegou mercado de surpresa, diz Abiplast

O rebaixamento do rating soberano brasileiro anunciado na noite de segunda-feira, 24, pela agência de classificação de risco S&P surpreendeu empresários, que não esperavam uma mudança tão cedo, de acordo com avaliação do presidente da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), José Ricardo Roriz Coelho. "Isso pegou o mercado de surpresa. O cenário da economia para 2014 gera dúvidas, sim, mas ninguém esperava que isso (rebaixamento do rating) fosse acontecer logo no começo do ano", afirmou Roriz, em entrevista ao Broadcast durante reunião de empresários com o governo paulista no Palácio dos Bandeirantes.

CIRCE BONATELLI, Agencia Estado

25 de março de 2014 | 10h41

Para Roriz, a falta de atratividade para investimentos no Brasil foi um aspecto determinante para a reavaliação da agência de classificação de risco. Ele citou a repercussão ruim lá fora das dificuldades vividas por diferentes cadeias industriais no País, como os setores de açúcar e álcool, óleo e gás e energia. Questionado sobre se o cenário pode levar a um rebaixamento de rating de empresas também, Roriz concordou que é uma situação possível. "É possível que possa respingar. Mas isso pede uma análise mais aprofundada e ainda não se teve tempo para isso", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
S&PBrasilrebaixamentoAbiplast

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.