Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Decisão do governo influencia mercado e dólar recua 0,45%

Uma decisão do governo contribuiu para a melhora do mercado financeiro nesta terça-feira. Hoje - quando a moeda norte-americana registrava o sexto pregão consecutivo de alta, depois de dois dias de estabilidade - as afirmações, que foram dadas pelo secretário-adjunto do Tesouro Nacional, José Antônio Gragnani, tiveram efeito imediato de queda nas cotações. Gragnani disse que o cronograma de compras de dólar no mercado à vista está adiantado e, por isso, o Tesouro pode permanecer fora do mercado de câmbio, evitando momentos de grande oscilação.É fato que a preocupação dos investidores continua e o dólar é o ativo usado como proteção para momentos de crise, mas nesta terça-feira esta demanda, influenciada pelas declarações de Gragnani, não foi suficiente para reduzir a depreciação deste ativo em relação ao real. O dólar encerrou o dia cotado a R$ 2,4510, em baixa de 0,45%.O recuo do dólar hoje, no entanto, não foi conseqüência exclusiva das declarações de Gragnani. Também houve uma quebra das expectativas criadas ontem em torno do depoimento de Renilda Santiago Fernandes, esposa de Marcos Valério, suspeito de ser o operador do mensalão, à CPI dos Correios, também foi determinante. Ontem, ao saber que o STF não tinha concedido habeas-corpus a Renilda, o mercado precificou a possibilidade de novidades importantes serem reveladas e isso, por enquanto, ainda não aconteceu. (Veja aqui mais informações sobre a crise política no Brasil)A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 1,38%, com 24.868 pontos. O movimento financeiro ficou em R$ 1,284 bilhão. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), os contratos de juros pós-fixados (DI) com vencimento em janeiro de 2007 fecharam com taxa de 18,01% ao ano, ante 18,12% ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.