Decisão sobre 8ª rodada de petróleo fica para dezembro

Segundo Lobão, CNPE adiou definição pois governo criou comissão para discutir mudanças na lei com pré-sal

Leonardo Goy e Gerusa Marques, da Agência Estado,

22 de julho de 2008 | 18h00

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, informou nesta terça-feira, 22, que a decisão sobre a retomada, ou não, da 8ª rodada de licitações da Agência Nacional de Petróleo (ANP) ficou para a próxima reunião ordinária do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), marcada para o dia 2 de dezembro. Veja também:CNPE adia decisão sobre 8ª rodada de licitação de petróleo Em entrevista coletiva após a reunião desta tarde do CNPE, Lobão explicou que o governo decidiu adiar definição - prevista inicialmente para esta terça -, porque já criou uma comissão interministerial encarregada de analisar possíveis mudanças na legislação sobre petróleo para os campos petrolíferos da chamada camada do pré-sal. A 8ªrodada inclui dez blocos que se situam nas chamadas "franjas" do pré-sal. Lobão informou, entretanto, que, em um prazo de 15 dias a 30 dias, deverá haver uma reunião extraordinária do CNPE para aprovar a realização de outras rodadas de licitações de blocos de petróleo. Lobão deixou claro que, nas novas rodadas, que podem ser aprovadas em no máximo um mês, não haverá nenhuma área situada no pré-sal. O ministro disse que a primeira reunião da comissão interministerial que discutirá as mudanças na legislação sobre petróleo deverá ocorrer na próxima segunda-feira, no Ministério de Minas e Energia.

Tudo o que sabemos sobre:
PetróleoPré-SalEdison Lobão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.