Decisão sobre planos ainda tem espaço para recurso

O secretário executivo do Ministério da Fazenda, Paulo Caffarelli, comentou nesta quinta-feira, 22, que a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a favor dos poupadores no processo sobre a correção dos planos econômicos do começo da década de 90 ainda não significa que a questão esteja transitada e julgada. "Ainda há espaço para recurso e entendemos que essa decisão deve ocorrer no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF)", disse o secretário após participar da reunião da Camex.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

22 de maio de 2014 | 15h53

Questionado sobre a possibilidade de liberação de parte dos compulsórios bancários e dos depósitos de poupança para o financiamento de projetos de infraestrutura, Caffarelli limitou-se a dizer que o ministério da Fazenda "está em tratativas sobre o assunto".

Tudo o que sabemos sobre:
STJplanos econômicosPaulo Caffarelli

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.