Decretada a falência da Brasil Ferrovias

A Brasil Ferrovias, responsável pela malha ferroviária que serve o Norte, Nordeste e região central, teve a falência decretada pelo juiz da 2ª Vara de Falência de Recuperações do Fórum de São Paulo, Caio Marcelo Mendes de Oliveira. A decisão ainda não foi publicada no Diário Oficial e é passível de recurso ao Tribunal de Justiça.A partir desta semana, quando for nomeado um administrador judicial, a ferrovia "terá as atividades paralisadas, com com a lacração das portas e arrecadação de seus bens. Os principais acionistas da empresa são dois fundos de pensão que estão sendo investigados pela CPI dos Correios, a Previ (funcionários do Banco do Brasil) e a Funcef (funcionários da Caixa Econômica Federal).O juiz acolheu integralmente as razões do advogado do credor, Scala Participações e Negócios, Elias Katudjian, que entrou com o pedido em novembro do ano passado, baseado numa nota promissória de R$ 5,6 milhões não paga e protestada no mês de setembro.A origem do título é uma operação de compra e venda de ações, emitidas pela Ferro Norte, que era controlada pela Brasil Ferrovias. A Brasil Ferrovias contesta o pedido de falência, mas não efetuou em juízo o deposito dos R$ 5,6 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.