Dedini investe R$ 80 milhões em ampliação de unidade

A Dedini S/A Indústrias de Base anunciou investimentos de R$ 80 milhões na ampliação da unidade industrial de Sertãozinho em 2007. O volume total nos últimos quatro anos na planta chega a R$ 120 milhões em obras de ampliação, compra de equipamentos e investimentos em mão-de-obra, que dobraram sua capacidade instalada e sua produtividade. Segundo a companhia, a ampliação segue até o primeiro trimestre de 2008, com a previsão de serem contratados 600 funcionários para as áreas administrativa, de engenharia e de produção.A Dedini informou que o faturamento da unidade cresceu mais de seis vezes nos últimos quatro anos, com a incorporação de novos produtos, mas não revelou os valores, nem quanto foi o aumento da capacidade instalada. Divulgou apenas que, em 2007, deve ter um faturamento total de R$ 1,8 bilhão, ante pouco mais de R$ 1 bilhão em 2006, e ampliá-lo em cerca de 60% no próximo ano.Segundo o vice-presidente da companhia, Sérgio Leme dos Santos, há dois anos, a unidade de Sertãozinho passou por uma reformulação e concentra hoje a fabricação de equipamentos pesados, com destaque para celulose e papel, siderurgia, cimento, mineração, petróleo, petroquímica e fertilizantes. Na unidade ainda há a produção de equipamentos para a indústria sucroalcooleira, mas a companhia não informou qual a participação da área no volume produzido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.