Defesa do Consumidor multa Lorenzetti em R$ 112,6 mil

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça, multou hoje em R$ 112,6 mil a fabricante de chuveiros, duchas e aquecedores Lorenzetti, acusando-a de violar o principio da "boa-fé" e da transparência na venda de um dos seus produtos. Ao justificar a punição, o departamento afirmou que, na embalagem da "Ducha Capry", vendida pela Lorenzetti, faltou clareza na informação impressa sobre a origem do produto. De acordo com o DPDC, consta da mensagem a frase "fabricada na RPC", o que não indica o local exato.Segundo o DPDC, as iniciais significariam supostamente "República Popular da China", mas não é uma sigla do conhecimento dos consumidores brasileiros. "É uma situação diferente da de produtos que contêm em suas embalagens a sigla dos Estados Unidos da América (EUA), por exemplo, popularmente conhecida e de fácil entendimento", afirmou o diretor do DPDC, Ricardo Morishita.Ele acrescentou que a empresa recebeu recomendações para informar corretamente, de forma clara e objetiva, a origem dos produtos que comercializa.A aplicação da multa foi publicada hoje no Diário Oficial da União, mas a empresa ainda tem dez dias - a contar do recebimento da notificação - para recorrer da decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.