Déficit comercial dos EUA aumenta em abril para US$60,9 bi

O déficit comercial dos EstadosUnidos cresceu mais do que o esperado em abril, depois que opreço médio do petróleo importado saltou para o recorde de96,81 dólares por barril e que as exportações e importaçõestambém bateram recordes, mostrou um relatório do Departamentode Comércio nesta terça-feira. O saldo negativo na balança comercial avançou quase 7,8 porcento, para 60,9 bilhões de dólares, após resultado revisadopara baixo de 56,5 bilhões de dólares em março. O aumento foi omaior desde setembro de 2005. Analistas de Wall Street previam um déficit menor, para59,9 bilhões de dólares. O dado de março, originalmente, haviasido reportado como déficit de 58,2 bilhões de dólares. Os preços médios do petróleo importado cresceram 6,96dólares por barril em abril, segunda maior alta da história. Asimportações vindas da Arábia Saudita, Venezuela e outrosmembros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo(Opep) atingiram o recorde de 20,9 bilhões de dólares. (Reportagem de Doug Palmer)

REUTERS

10 de junho de 2008 | 09h44

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUABALANCA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.