Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Déficit comercial dos EUA cai para US$ 30,71 bilhões em agosto

Economistas previam aumento do déficit; as importações registram no mês seu primeiro declínio desde maio

MARCÍLIO SOUZA, Agencia Estado

09 de outubro de 2009 | 10h14

O déficit comercial dos Estados Unidos caiu para US$ 30,71 bilhões em agosto, do dado revisado de US$ 31,85 bilhões anunciado em julho, informou o Departamento de Comércio do país. Economistas previam, em média, aumento do déficit para US$ 33,6 bilhões. O dado originalmente divulgado para julho havia sido de déficit de US$ 31,96 bilhões. O déficit real, ou ajustado para a inflação, que os economistas usam para medir o impacto do comércio sobre o Produto Interno Bruto (PIB), caiu de US$ 38,75 bilhões em julho para US$ 37,70 bilhões em agosto.

 

Veja também:

especialUm ano após auge da crise, economia se recupera

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise 

As exportações dos EUA em agosto aumentaram 0,2%, para US$ 128,22 bilhões, de US$ 128 bilhões de julho. As importações registraram seu primeiro declínio desde maio, passando de US$ 159,85 bilhões em julho para US$ 158,93 bilhões em agosto, um recuo de 0,6%. Os EUA pagaram US$ 17,38 bilhões por suas importações de petróleo bruto em agosto, menos do que os US$ 18,51 bilhões em julho. O preço médio do barril importado aumentou US$ 2,27, para US$ 64,75. O volume de petróleo bruto importado caiu de 296,27 milhões para 268,43 milhões de barris.

Países

Os EUA registraram um déficit comercial de US$ 20,23 bilhões com a China em agosto, menor que o de US$ 20,42 bilhões de julho. As exportações para os chineses aumentaram em US$ 279 milhões entre os dois meses. O déficit comercial dos EUA com alguns outros importantes parceiros comerciais também recuou. Com relação à zona do euro (grupo dos 16 países que adotam o euro como moeda), o déficit dos EUA caiu de US$ 6,72 bilhões em julho para US$ 4,32 bilhões em agosto; com o Canadá, passou de US$ 2,09 bilhões para US$ 1,51 bilhão.

O déficit dos EUA com o Japão, no entanto, subiu de US$ 3,89 bilhões em julho para US$ 4,34 bilhões em agosto, o maior nível deste ano. O déficit com o México aumentou de US$ 2,93 bilhões em julho para US$ 3,95 bilhões em agosto. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
comércio exteriorEUAdéficit

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.