Déficit da balança dos EUA sobe 5,7% em março

O déficit no comércio exterior de bens e serviços dos Estados Unidos subiu 5,7% em março e ficou em US$ 27,6 bilhões, informou ontem o Departamento de Comércio americano. A piora da balança comercial foi provocada, principalmente, por uma queda das exportações de US$ 3 bilhões ante fevereiro, segundo o relatório. Ao mesmo tempo, as importações recuaram US$ 1,6 bilhão.Em fevereiro, o déficit comercial somou US$ 26,1 bilhões, após revisão do número já divulgado que, mesmo assim, o manteve no nível mais baixo em nove anos. Desde julho, o setor externo americano está em baixa por causa da queda no consumo dos americanos e do recuo do preço do petróleo.A queda das exportações americanas se refletiu, principalmente, nos bens de capital, de consumo e automóveis. O déficit de bens cresceu US$ 1,2 bilhão em março ante o mês anterior e ficou em US$ 38,4 bilhões. Nos serviços, o outro componente da balança comercial, o superávit americano caiu US$ 200 milhões, para US$ 10,8 bilhões. O Brasil reduziu em março seu déficit comercial com os Estados Unidos para US$ 343 milhões, em comparação com os US$ 510 milhões em fevereiro.

Agências internacionais, WASHINGTON, O Estadao de S.Paulo

13 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.