Déficit da Previdência cai 17,5% no semestre, para R$ 18,5 bi

Arrecadação cresce 10,3% nos primeiros seis meses do ano, mas ainda não supera despesas com benefícios

Isabel Sobral, da Agência Estado,

24 de julho de 2008 | 11h59

A Previdência Social acumulou déficit de R$ 18,542 bilhões no primeiro semestre deste ano, uma queda de 17,5% frente ao mesmo período de 2007. O saldo é resultado de uma arrecadação de R$ 74,924 bilhões, 10,3% maior que no ano passado, e de despesas de R$ 93,467 bilhões, crescimento de 3,4% na mesma base comparativa. Apenas no mês de junho, a Previdência registrou um saldo negativo de R$ 2,863 bilhões. O valor foi 21,2% menor do que o resultado negativo computado em junho de 2007. O déficit é resultado de uma arrecadação de R$ 12,942 bilhões menos despesas de R$ 15,806 bilhões. A arrecadação em junho cresceu 10,4%, ante o mesmo mês de 2007, enquanto as despesas com o benefício aumentaram 2,9% na mesma comparação.

Mais conteúdo sobre:
PrevidênciaDéficit

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.