Déficit em conta corrente era esperado pelo BC

O chefe do departamento econômico do Banco Central, Tulio Maciel, ressaltou que o déficit em conta corrente de novembro, de US$ 6,265 bilhões, foi o segundo maior da série histórica do BC para meses de novembro, perdendo apenas para 2011, quando ficou em US$ 6,640 bilhões. "O resultado veio em linha com o que estávamos esperando", disse.

CÉLIA FROUFE E EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

18 de dezembro de 2012 | 12h08

Segundo Maciel, contribuiu para o resultado do mês passado o desempenho negativo da balança comercial. Ele salientou que o déficit de serviços também apresentou um crescimento "um pouco mais pronunciado".

O crescimento do ano, conforme o chefe de departamento, está em torno de 7% e, em novembro, foi de 13%. Já a conta de rendas apresentou no mês passado um "déficit mais moderado", na avaliação do técnico. Também o saldo acumulado de transações correntes no ano, de US$ 45,819 bilhões, foi o segundo maior para o mês do ano, atrás apenas de igual mês de 2011.

Maciel comentou também a revisão da projeção do BC para o saldo de conta corrente deste ano, que deve ficar negativo em US$ 52,5 bilhões, e não mais em US$ 53 bilhões, conforme previa anteriormente. "Temos uma visão bem próxima com a chegada do fim do ano", disse. A nova estimativa embute a expectativa de um déficit em conta corrente de US$ 6,7 bilhões em dezembro.

Tudo o que sabemos sobre:
BCsetor externoTulio Maciel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.