Déficit em conta corrente na zona do euro aumenta 129% em fevereiro

Déficit soma € 3,9 bilhões no mês; dado de janeiro tem forte revisão, de € 8,1 bilhões para € 1,7 bilhão

Marcílio Souza, da Agência Estado,

20 de abril de 2010 | 09h26

O déficit combinado em conta corrente dos 16 países que integram a zona do euro somou 3,9 bilhões de euros em fevereiro, o que representa um aumento de 129% em comparação com o déficit de 1,7 bilhão de euros de janeiro, informou o Banco Central Europeu (BCE) nesta terça-feira. O dado de janeiro representa uma forte revisão em baixa, em comparação com o déficit de 8,1 bilhões de euros originalmente anunciado.

 

O BCE disse que as exportações aumentaram 1,5% em fevereiro ante janeiro, para 118,9 bilhões de euros, o maior nível desde novembro de 2008. As importações caíram para 113,4 bilhões de euros, o que resulta em um superávit em mercadorias de 5,5 bilhões de euros, maior que o de 2,4 bilhões de euros de janeiro. O superávit em serviços ficou praticamente inalterado, passando de 3,1 bilhões de euros em janeiro para 3,2 bilhões de euros em fevereiro.

 

Os superávits em bens e serviços foram compensados pelos déficits em transferências correntes e em rendas, de 11,3 bilhões e 1,4 bilhão de euros, respectivamente.

 

No período de 12 meses até fevereiro, o déficit em conta corrente somou 41,5 bilhões de euros, ou 0,4% do PIB da zona do euro, praticamente um quarto do déficit registrado nos 12 meses anteriores.

 

No mesmo relatório, o BCE divulgou os primeiros dados sobre a dívida externa bruta da zona do euro, que somou 10,5 trilhões de euros no final de 2009, o equivalente a 117% do PIB. As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
Zona do Eurodéficitconta corrente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.