Déficit em conta corrente soma US$ 4,419 bi em junho

Boa parte do déficit gerado no mês passado foi via conta de serviços, que amargou saldo negativo de US$ 3,362 bilhões 

Eduardo Cucolo e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

24 de julho de 2012 | 10h59

BRASÍLIA - O déficit em transações correntes somou US$ 4,419 bilhões em junho, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Banco Central. O número ficou abaixo da mediana das estimativas coletadas pelo AE Projeções, que apontavam para um saldo negativo de US$ 4,5 bilhões. As previsões iam de um déficit de US$ 3 bilhões a US$ 6,8 bilhões.

Segundo o BC, boa parte do déficit gerado no mês passado foi via conta de serviços, que amargou saldo negativo de US$ 3,362 bilhões. Na conta de rendas, houve déficit de US$ 2,171 bilhões. Esses saldos negativos foram parcialmente compensados pelo superávit comercial de US$ 806 milhões e a entrada de US$ 309 milhões via transferências unilaterais. Em junho de 2011, o déficit em transações correntes havia sido menor, de US$ 3,477 bilhões.

No acumulado do primeiro semestre de 2012, a conta corrente brasileira registra déficit de US$ 25,342 bilhões, pouco menos que o saldo negativo de US$ 26,034 bilhões observado em igual período do ano passado. Entre os componentes das contas externas nos primeiros seis meses do ano, a conta de serviços teve saldo negativo de US$ 19,679 bilhões e a conta de rendas registrou saída de US$ 14,178 bilhões. Já na balança comercial, houve superávit de US$ 7,069 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
BCCONTAS EXTERNAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.