R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

Déficit em conta sobe mais do que esperado na zona do euro

Países europeus têm importado mais produtos do que exportado e perdido mais capital para o exterior

Nathália Ferreira, Agência Estado

24 de março de 2009 | 09h02

O déficit em conta corrente da zona do euro aumentou mais que o esperado em janeiro, uma vez que os saldos negativos tanto em produtos quanto em transferências correntes subiram mais em relação a dezembro, mostraram dados do Banco Central Europeu.

Veja também:

Inflação no Reino Unido sobe mais de um ponto acima da meta

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise 

O déficit da conta corrente atingiu 12,7 bilhões de euros em janeiro, de 7,6 bilhões de euros em dezembro. Economistas consultados pela Dow Jones esperavam saldo negativo de 10,0 bilhões de euros. O dado de dezembro foi revisado da estimativa original de déficit de 7,3 bilhões de euros.

O déficit de produtos subiu para 2,3 bilhões de euros em janeiro, de déficit de 100 milhões de euros em dezembro. O déficit em transferências correntes aumentou para 10,8 bilhões de euros em janeiro, de 8 bilhões de euros em dezembro. As informações são da Dow Jones.

Saldo em conta corrente é um indicador macroeconômico que mede a entrada (superávit) ou saída (déficit) de capitais em transações comerciais e financeiras de um país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.