Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Déficit em transações correntes sobe para US$2,1 bi

O Brasil registrou em julho um déficitem transações correntes de 2,111 bilhões de dólares, antedéficit de 719 milhões de dólares no mesmo período do anopassado, informou o Banco Central nesta quinta-feira. O déficit ficou abaixo dos 2,8 bilhões de dólares projetadopelo BC para o mês, mas superou o prognóstico de 21 analistaslevantado em sondagem da Reuters, de 1,8 bilhão de dólares. As remessas líquidas de lucros e dividendos, conta que tempressionado o resultado das transações correntes nos últimosmeses, somou 3,138 bilhões de dólares em julho, frente a 2,103bilhões de dólares no mesmo período do ano passado. De janeiro a julho, o déficit em transações correntestotalizou 19,512 bilhões de dólares, pouco abaixo do déficitestimado pelo BC para todo o ano, de 21 bilhões de dólares. Em 12 meses até julho, o déficit correspondeu a 1,41 porcento do Produto Interno Bruto (PIB), ante déficit de 1,32 porcento do PIB em 12 meses até junho. Os investimentos estrangeiros diretos no país somaram 3,240bilhões de dólares no mês passado, ante 3,613 bilhões dedólares em julho do ano passado. Os investimentos em ações etítulos de renda fixa totalizaram 4,615 bilhões de dólares,frente a 7,570 bilhões de dólares há um ano.

ISABEL VERSIANI, REUTERS

21 de agosto de 2008 | 11h09

Tudo o que sabemos sobre:
BACENEXTERNASJULHOATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.