finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Déficit no Reino Unido cai para menor nível desde 2008

O déficit em conta corrente do Reino Unido diminuiu para o menor nível em mais de três anos no segundo trimestre. A retração ocorreu devido aos maiores retornos de investimentos britânicos em ações estrangeiras e títulos de dívida.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

25 de outubro de 2011 | 09h25

O déficit caiu para 2,0 bilhões de libras (US$ 3,2 bilhões) no segundo trimestre ante os 4,1 bilhões de libras no primeiro trimestre, em dado revisado. Esse foi o menor déficit desde o primeiro trimestre de 2008, segundo informou hoje o Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês).

O resultado do primeiro trimestre havia sido calculado inicialmente como déficit de 9,4 bilhões de libras e a revisão foi feita em razão de mudanças estatísticas e novas fontes de dados. Economistas esperavam que o déficit diminuísse para 8,5 bilhões de libras, de acordo com uma pesquisa feita pela agência Dow Jones.

Em um relatório separado sobre a contabilidade nacional trimestral, o ONS afirmou que a taxa de poupança das pessoas físicas subiu para 7,4% no segundo trimestre deste ano, de 5,9% no primeiro trimestre. A renda disponível real das famílias aumentou 1,2% no segundo trimestre, depois de cair 1,7% nos três primeiros meses do ano. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidodéficitconta corrente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.