Déficit nominal fecha 2010 em 2,56% do PIB

Setor público encerrou o ano passado com um déficit nominal acumulado de R$ 93,6 bilhões 

Fabio Graner e Adriana Fernandes, da Agência Estado,

31 de janeiro de 2011 | 11h29

O setor público registrou em dezembro um déficit nominal de R$ 8,683 bilhões, encerrando 2010 com um saldo negativo acumulado de R$ 93,673 bilhões, o equivalente a 2,56% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo informou o Banco Central (BC). Em dezembro de 2009, o déficit nominal do setor público foi de R$ 14,220 bilhões e o resultado do ano foi deficitário em R$ 106,242 bilhões, o equivalente a 3,34% do PIB.

O resultado nominal é obtido após o pagamento dos juros da dívida pública. Quando o superávit primário (economia para pagamento dos juros da dívida) não é suficiente, é gerado um déficit nominal.

No resultado do ano, o governo central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social) registrou saldo nominal negativo de R$ 45,785 bilhões, ou 1,25% do PIB. Os governos regionais tiveram resultado negativo de R$ 47,751 bilhões, o equivalente a 1,31% do PIB, enquanto as empresas estatais tiveram déficit de apenas R$ 137 milhões (zero do PIB).

A despesa com juros do setor público foi de R$ 19,536 bilhões em dezembro, fechando 2010 com saldo acumulado de R$ 195,369 bilhões, o equivalente a 5,34% do PIB. Em dezembro de 2009, o gasto com juros foi de R$ 14,375 bilhões, terminando aquele ano com saldo acumulado de R$ 171,011 bilhões, ou 5,37% do PIB.

A despesa com juros do setor público em 2010 teve contribuição de R$ 124,509 bilhões (3,40% do PIB) do governo central, R$ 68,386 bilhões (1,87% do PIB) dos governos regionais e R$ 2,475 bilhões (0,07% do PIB) das empresas estatais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.