Déficit orçamentário de Portugal sobe 84% no 1º trimestre

Déficit foi de € 1,64 bilhão; receita obtida pelo governo caiu 4,4% no período, devido a uma queda de 5,8% nas receitas fiscais

Roberto Carlos dos Santos, da Agência Estado,

20 de abril de 2012 | 18h29

LISBOA - O governo de Portugal levantou menos dinheiro de impostos e gastou mais no 1º trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2011, segundo dados divulgados pelo Ministério das Finanças. O déficit orçamentário para o trimestre foi de € 1,64 bilhão, número 84% maior do que os € 892 milhões registrados no mesmo intervalo do ano passado.

A receita obtida pelo governo caiu 4,4% no período, devido a uma queda de 5,8% nas receitas fiscais. O ministério informou que os novos aumentos de impostos não influenciaram nos números deste trimestre.

As despesas, por sua vez, aumentaram 3,5% no período, principalmente devido a uma transferência de € 348 milhões para a estatal de televisão RTP, usados para pagar uma dívida da emissora. O país também gastou mais em subsídios de desemprego.

O ministério informou, porém, que, utilizando a metodologia exigida por seus credores internacionais - a União Europeia e do Fundo Monetário Internacional - o déficit do 1º trimestre foi de € 450 milhões, muito inferior ao limite estabelecido no âmbito do seu resgate.

Portugal está no meio da implementação de severas medidas de austeridade no âmbito do programa de recuperação, que poderá levar a uma contração econômica de até 3,3% este ano. Economistas temem que as metas orçamentárias possam ser prejudicadas por uma queda nas receitas do governo e pelo aumento dos custos nos benefícios para desempregados. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.