Rodrigo Garrido/REUTERS
Rodrigo Garrido/REUTERS

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Delta anuncia compra de 20% do grupo Latam por US$ 1,9 bi

A aérea americana também planeja vender a participação de quase 10% que tem na brasileira Gol

Fernando Nakagawa, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2019 | 18h39
Atualizado 26 de setembro de 2019 | 19h58

A companhia aérea norte-americana Delta anunciou a compra de 20% do grupo chileno-brasileiro Latam por US$ 1,9 bilhão no início da noite desta quinta-feira, 26. Além da compra de parte da empresa, a Delta se comprometeu a adquirir aviões da Latam e ainda investirá US$ 350 milhões para apoiar a parceria estratégica. Conforme dados de 31 de julho, a Delta também é dona de 9,40% da brasileira Gol, a principal concorrente do grupo Latam no Brasil.

A operação representa uma oferta por US$ 16 por ação e será paga principalmente com a emissão de dívida e disponibilidade de caixa da empresa norte-americana. Comunicado da empresa diz ainda que a Delta terá representante no conselho da Latam.

A aérea dos EUA também vai comprar quatro aviões modelo A350 da Latam e concordou em assumir o atual contrato do grupo sul-americano de comprar dez modelos adicionais do avião A350 que serão entregues entre 2020 e 2025.

A Delta exaltou a operação com a lembrança de que, juntas, as duas empresas terão posição de liderança nas rotas para os Estados Unidos em cinco dos seis maiores mercados da América Latina. As companhias voam para 435 destinos no mundo todo e transportam mais passageiros que qualquer outra parceira entre aéreas na região, cita o comunicado.

Segundo o comunicado à imprensa, a operação melhorará a geração de caixa da Latam e deve reduzir a dívida da empresa em cerca de US$ 2 bilhões até 2025.

Na nota, a Delta lembra que a operação está sujeita à aprovação de autoridades da concorrência e de governos. "A aliança com a Delta vai fortalecer nossa companhia e a nossa liderança na América Latina ao promover a melhor conectividade por nossa malha aérea altamente complementar", disse o presidente do grupo Latam, Enrique Cuetom, em nota.

Venda da participação na Gol

A Delta ainda planeja vender a participação de quase 10% que tem na brasileira Gol. A informação foi divulgada nesta noite pela emissora norte-americana CNBC após a aérea estrangeira anunciar a compra de 20% do grupo chileno-brasileiro Latam por US$ 1,9 bilhão.

Dados de 31 de julho de 2019 mostram que a Delta detinha 9,40% do capital da Gol, principal concorrente do grupo Latam no Brasil. As 32,926 milhões de ações preferenciais davam à Delta a posição de quarto maior acionista da Gol naquela data.

Na sexta-feira pela manhã, Delta e Latam organizarão teleconferências com analistas e jornalistas para detalhar o negócio.

Tudo o que sabemos sobre:
Delta AirlinesLatam

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.