Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Demanda de empresas por crédito cai 0,7% no semestre

A busca das empresas por crédito no primeiro semestre diminuiu 0,7% na comparação com o mesmo período do ano passado. Foi o segundo pior desempenho da série histórica do Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito, lançado em 2007. O resultado negativo divulgado nesta terça-feira só ficou acima dos -6,7% registrados no primeiro semestre de 2009, quando o Brasil foi afetado diretamente pela crise mundial deflagrada em 2008.

BEATRIZ BULLA, Agencia Estado

20 de julho de 2012 | 13h29

Na comparação de junho deste ano com maio, o recuo na procura por crédito foi de 8,7%. No confronto entre junho de 2012 e o mesmo mês de 2011, o recuo medido foi de 7%. Os economistas da empresa creditam o resultado apresentado pelo indicador do primeiro semestre ao "baixo dinamismo da atividade econômica doméstica" e a um cenário de incertezas relacionado à economia mundial.

O setor de serviços foi o que apresentou o maior crescimento da demanda por crédito na comparação dos semestres de 2011 e 2012 (1,4%), seguido pela indústria (0,2%). O setor de comércio foi o único que apresentou recuo, de 2,5%, na mesma base de comparação. Na comparação de junho de 2012 com maio, entretanto, todos os setores diminuíram a demanda por crédito. O setor de serviços liderou a lista, com -9,1% , seguido por comércio (-8,4%) e indústria (-8%).

Na comparação do primeiro semestre de 2012 com o mesmo período de 2011, as pequenas e micro empresas diminuíram em 1,4% a procura por crédito, enquanto as grandes e médias empresas aumentaram em 15,5% e 10,9% a demanda, respectivamente. De acordo com a Serasa Experian, as grandes e médias empresas estão buscando fontes tradicionais domésticas, como créditos bancários e mercantis.

As regiões Centro-Oeste e Sudeste puxaram o indicador do primeiro semestre para baixo, com redução de 1,2% e 1,8%, respectivamente, da demanda por crédito na comparação com o primeiro semestre de 2011. O Sul, o Norte e o Nordeste do País tiveram altas de 1,0%, 1,3% e 0,2%, respectivamente. Na análise mensal, comparando junho a maio, todas as regiões apresentaram recuo.

O indicador considera uma amostra de cerca de 1,2 milhão de Cadastros Nacionais de Pessoa Jurídica (CNPJs) consultados mensalmente na base de dados da Serasa Experian.

Tudo o que sabemos sobre:
créditodemandaSerasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.