Demanda de empresas por crédito caiu 4,4% em 2009

Sob os efeitos da crise, queda foi mais sentida no 1º semestre, com retração de 6,7%, diz Serasa

estadao.com.br,

19 Janeiro 2010 | 10h16

A demanda de empresas por crédito caiu 4,4% em 2009, segundo aponta estudo do Indicador Serasa Experian. De acordo com a pesquisa, a queda foi mais sentida no primeiro semestre do ano, ainda sob impactos mais fortes da crise financeira internacional, com retração de 6,7% em relação a 2008. No segundo semestre, o recuo foi de 2,1%.

 

Na análise mês a mês, a procura por crédito caiu 6,7% em novembro de 2009 ante o mesmo mês do ano anterior. Em dezembro de 2009, no entanto, o índice subiu 5%, refletindo a recuperação econômica que, no entanto, mostrou-se mais lenta nas empresas. No início do segundo semestre, a demanda do consumidor por crédito já mostrava evolução, segundo avaliação do Serasa.

 

Empresas industriais tiveram maior queda

 

Com retração de 5,4% no ano, a queda procura de empresas industrias por crédito foi a maior registrada no setor. Já para o Comércio e para Serviços, o recuo foi de 4,6% e 4,2%, respectivamente. A pesquisa mostra também que as grandes empresas, na classificação por porte, foram as únicas a procurarem mais crédito (+5,2%), enquanto as micro e pequenas empresas (-4,5%) e as médias empresas (-4,8%) foram mais impactadas pela crise.

 

As regiões Sul e Centro-Oeste, com queda de 6,9% e 4,8, respectivamente, registram as maiores quedas regionais na procura por crédito. Em seguida, vem as regiões Sudeste (-4,8%), Norte (-1,5%) e Nordeste (0,7%).

Mais conteúdo sobre:
crédito demanda 2009

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.