Demanda global por voos cresce menos em junho

Segundo a Iata, tráfego total de passageiros subiu 4,4% no mês perante junho de 2010 

Reuters

28 de julho de 2011 | 13h11

O crescimento da demanda por viagens aéreas internacionais desacelerou um pouco em junho, segundo dados da indústria, sob a pressão de aumento nos preços de combustíveis para aeronaves e aumentos de impostos em alguns países.

O tráfego total de passageiros subiu 4,4 por cento na comparação anual em junho, mas a demanda por cargas foi 3 por cento menor em comparação com o mesmo mês de 2010, informou a associação mundial do setor, Iata, nesta quinta-feira.

"A tendência para viagens de passageiros continua ascendente, mas a passos mais lentos que a recuperação pós-recessão, que estava em uma taxa anual próxima de 10 por cento", disse a Iata.

Os padrões de crescimento regional mudaram, disse o diretor-geral e presidente-executivo da Iata, Tony Tyler. A associação representa mais de 240 companhias aéreas.

"As companhias aéreas do Oriente Médio tiveram uma expansão moderada de um dígito e as condições econômicas menos favoráveis reduziram o crescimento chinês. Contudo, a América Latina está liderando a expansão da indústria, seguida da Europa, que está crescendo fortemente apesar da crise." 

(Reportagem de Catherine Bosley)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASIATAJUNHO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.