Demanda por imóveis no Renino Unido cai pela 1ª vez em três meses

Segundo a empresa de serviços imobiliários Hometrack, cenário é sinal de enfraquecimento da confiança do consumidor 

Marcílio Souza, da Agência Estado,

30 de maio de 2011 | 09h25

Os preços dos imóveis na Inglaterra e no País de Gales caíram 0,1% em maio na comparação com abril e recuaram 3,7% frente a maio do ano passado, a maior queda nessa base de comparação desde outubro de 2009, informou ontem a empresa de serviços imobiliários Hometrack. Os números baseiam-se na pesquisa mensal conduzida pela companhia com 1,6 mil agentes imobiliários.

"A demanda por imóveis diminuiu pela primeira vez em três meses em maio. A Páscoa que ocorreu mais tarde este ano e os feriados bancários reduziram o volume de negócios nos escritórios dos agentes. Porém, mais significativa do que isso é a crescente evidência de enfraquecimento da confiança do consumidor", disse o diretor de pesquisa da Hometrack, Richard Donnell. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.