carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Demanda por petróleo nos EUA é a menor desde maio de 2003

Em junho, procura pela commodity caiu 1,17 mi de barris por dia, ou 5,6%, em relação ao mesmo mês de 2007

Danielle Chaves, da Agência Estado,

26 de agosto de 2008 | 14h51

A demanda por petróleo nos Estados Unidos caiu 1,17 milhão de barris por dia, ou 5,6%, para 19,553 milhões de barris por dia em junho em relação ao mesmo mês do ano passado, de acordo com os dados revisados do Departamento de Energia (DOE). Esse é o menor nível de demanda desde maio de 2003 e o mais baixo para um mês de junho desde 1998. A queda porcentual é a maior desde o declínio de 7,2% registrado em fevereiro de 2008, quando a demanda caiu 1,527 milhão de barris por dia.  Veja também: Petróleo sobe nos EUA com mercado atento ao furacão Gustav O dado mostra uma queda de 793 mil barris diários, ou 3,9%, em relação à estimativa anterior de demanda de 20,346 milhões de barris por dia - o que representaria uma redução de apenas 1,8% em comparação com o mesmo mês de 2007 e o nível mais alto desde dezembro do ano passado.  Com a revisão do dado de junho, a demanda no primeiro semestre de 2008 ficou em uma média de 19,780 milhões de barris por dia - o que representa queda de 4,5%, ou 936 mil barris por dia, em relação à demanda do primeiro semestre de 2007. Essa foi a maior queda nos seis primeiros meses do ano desde 1982. Os dados preliminares apontavam para redução de apenas 202 mil barris diários em comparação com o mesmo período do ano passado. A revisão do dado de demanda de junho por gasolina, o derivado de petróleo mais utilizado, mostrou queda de 4,4%, para 9,071 milhões de barris diários, em relação a junho do ano passado - o nível mais fraco para meses de junho desde 2001 e o mais baixo desde março deste ano.  A revisão do dado de demanda de junho por combustível destilado - que inclui óleo para aquecimento e diesel - apontou redução de 9,8%, ou 405 mil barris diários, para 3,728 milhões de barris por dia, em relação à estimativa anterior - o menor nível para meses de junho desde 2002 e o mais fraco desde julho de 2003. Em comparação com junho de 2007, a demanda por produtos destilados em junho caiu 386 mil barris por dia, ou 9,4%. Essa foi a maior queda na demanda por destilados desde março de 2002, quando diminuiu 393 mil barris por dia, ou 9,5%, segundo dados do DOE. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.